30.11.22

Três perdas que jamais serão repostas nas cultura brasileira, especialmente nas artes musicais. Pelo menos se espera que o legado musical seja eternizado. 

 

Com 1,93m de altura Erasmo Carlos era chamado de gigante gentil. O eterno irmão camarada de Roberto Carlos e de grandes parcerias. 

 

 

A causa da morte de Erasmo Carlos foi síndrome edemigênca, condição caracterizada pelo excesso de líquido no organismo. Em outubro, o compositor e interprete foi internado tendo recebido alta, retornou ao hospital, em 21 do mesmo mês, no hospital Barra D,OR, no Rio de Janeiro. Mas, veio a falecer em 22 de novembro de 2022. 

Segundo Laudo Médico, o cantor faleceu de Sindrome Edemigência. A síndrome edemigênca é uma doença causada pelo desequilíbrio bioquímico do corpo, que afeta as paredes dos vasos sanguíneos e faz com que os líquidos do sangue se acumulem entre os tecidos do corpo.

Entre seus sucessos se destacam Sentado à Beira do Caminho, Minha Superstar, Mesmo que seja eu, Mulher, Gatinha Manhosa, Festa de arromba, O Caderninho, Eu sonhei que tu estavas tão linda, A Carta, O Tremendão, Vem quente que eu estou fervendo, Mais um na multidão, entre outros. *Foto> CNN Brasil. 

 
Gal Costa 
 
 
Maria da Graça Costa Penna Burgos, a Gal Costa, faleceu na manhã desta quarta-feira, 9/11/22, aos 77 anos.
 
São Paulo - SP: Segundo assessoria da cantora, ela foi submetida a uma cirurgia para retirada de um nódulo na fossa nasal direita. A cantora não resistiu ao procedimento .
 
A partida súbita da cantora Gal Costa abre uma lacuna enorme na música brasileira. O país ficou mais triste.
Foram 57 anos de carreira e incontáveis sucessos, e mais de 40 discos. Destacamos estes dois trabalhos "Profana " e " Baby" como referencia em sua trajetória musical.
 
Sem dúvida uma das grandes vozes de todos os tempos. Criativa, misturava estilos. Com sua voz de cristal, intuitiva, ela era perfeita. Nossos sentimentos aos familiares, em especial seu filho adotivo, Gabriel, de 17 anos. #ripgalcosta
( Redação Agência FM Noticiosa. - cd acervo AgFM).
 

 

Morre " Senhor Brasil" Rolando Boldrin, aos 86 anos

 

Radioator, ator, cantor, compositor e apresentador da TV Cultura, ele estava internado havia dois meses, no hospital Albert Einstein, na cidade de SP. O velório será na Assembleia Legislativa do Estado.
Com mais de 60 anos de carreira, por 17 anos apresentou o programa Senhor Brasil na TV Cultura. " Estou tirando o Brasil da gaveta" dizia Boldrin.
 
 
Entretanto, a fama chegou ao apresentar o "Som Brasil", na TV Globo, em 1981, programa criado pelo artista. Na Band, apresentou Empório Brasileiro. No SBT, Empório Brasil.
 
Atuou em 30 novelas " O Direito de Nascer" " As Pupilas do Senhor Reitor" " Os Deuses estão Mortos" " Quero Viver" " O Profeta" " Cavalo Amarelo" " Os Imigrantes" e outras.
 
Rolando Boldrin era paulista de São Joaquim.da Barra, e nasceu em 22 de outubro de 1936. Faleceu na cidade de SP em 9 de novembro de 2022. (Redação Agência FM Noticiosa - foto: facebook do artista.
 
EDITORIAS:
link do postPor Fram Martin Equipe formasemeios, às 00:01  comentar

25.5.22

Agenda Bonifácio celebra 200 anos da Independência com ampla programação

 

Com gestão e produção da Amigos da Arte, iniciativa lançada hoje (18) é um guia sobre o marco revolucionário que mudou o futuro do país 
 

 

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo lançou nesta quarta-feira (18) a Agenda Bonifácio, plataforma cultural inédita em comemoração aos duzentos anos da independência do país. A iniciativa é um guia completo sobre o tema. O anúncio da plataforma, com gestão e produção da Amigos da Arte, foi feito pelo governador Rodrigo Garcia e pelo secretário de Cultura e Economia Criativa Sérgio Sá Leitão direto do Museu do Ipiranga.

A Agenda vai oferecer ao público uma legítima jornada de conteúdo por meio da linha do tempo, com traçado histórico desde 1500 até os dias de hoje, curiosidades, notícias sobre a independência, destaques do acervo do Museu do Ipiranga, além de entrevistas com pensadores, historiadores, artistas, descendentes de figuras históricas e personalidades ligadas às programações do calendário. A plataforma inclui também vídeos com informações sobre a época, galeria de fotos e extensa programação cultural.

Navegando pelo site

 

Além de uma linha do tempo completa, a Agenda Bonifácio inclui um “varal” virtual – inspirado na literatura de cordel – com os destaques da sessão ‘Programação’. Nela, estarão contemplados todos os eventos, mostras, exposições, atrações culturais e acadêmicas, além de notícias, cujos textos abordam assuntos diversos, como a exposição de Adriana Varejão na Pinacoteca de São Paulo, o restauro de quadros do Salão Nobre e os itens encontrados durante restauração do Museu do Ipiranga. MAIS no sitio

EDITORIAS:
link do postPor Fram Martin Equipe formasemeios, às 19:42  comentar

13.11.21

Dois ícones em suas respectivas artes são eleitos para Academia Brasileira de Letras

 

Cantor e compositor Gilberto agora é imortal. Ele foi eleito na quinta-feira (11) e vai ocupar a cadeira 20 Academia Brasileira de Letras  (ABL) que era de Murilo Melo Filho.

 

O cantor e compositor baiano Gilberto Gil comentou, ao Portal independente Jornalistas Livres, sobre a inclusão de artistas de outros gêneros entre seleto grupo de imortais. "Olha aí, pessoal! Galera? A Academia é uma galerinha desse tamanho, são 40.  

Mas representam tudo isso: as letras brasileiras, a cultura brasileira, agora com representação também da música. Esperamos continuar fazendo muitas coisas como já estamos fazendo ao longo da vida, agora na Academia", disse Gil. 

 

 

A IMORTAL Fernanda Montenegro

 

Atriz foi eleita para cadeira da Academia Brasileira de Letras e ocupará a Cadeira 17, na sucessão do Acadêmico Affonso Arinos de Mello Franco, falecido no dia 15 de março de 2020.

 

A atriz Fernanda Montenegro foi eleita, com 32 votos nesta quinta-feira (4), para ser a nova ocupante da Cadeira 17, na sucessão do Acadêmico e diplomata Affonso Arinos de Mello Franco, falecido no dia 15 de março de 2020. (Foto> Museu da TV). 

EDITORIAS:
link do postPor Fram Martin Equipe formasemeios, às 19:18  comentar

30.9.21

Associando ciência, história e arte, unidade é espaço de contemplação e de educação ambiental 

 

SÃO PAULO, BRASIL - O Museu Florestal “Octávio Vecchi”, localizado no Parque Estadual Alberto Löfgren (Horto Florestal), na zona Norte da capital paulista, completa, nesta quinta-feira (30), 90 anos de história dedicados ao conhecimento e à preservação da natureza. Em comemoração, o espaço lança uma publicação comemorativa com curiosidades e informações sobre sua trajetória.

 

Entre os fatos descritos na revista digital está o adiamento da inauguração, que ocorreria em 21 de setembro de 1931 (Dia da Árvore). No entanto, em virtude da forte chuva que caiu na ocasião, a abertura oficial aconteceu no dia 30 daquele mesmo ano.

 

O acervo da instituição é composto por um diverso mostruário de madeiras entalhadas, sementes, peças de escolas de xilografia, de charão (laca japonesa), marcenaria, marchetaria, aquarelas, um grande painel a óleo que ilustra a história de São Paulo, de autoria de Helios Seelinger.

 

serviço

Museu Florestal “Octávio Vecchi”

Endereço: Parque Estadual Alberto Löfgren, Rua do Horto, 931, no Horto Florestal, em São Paulo

Funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h (com intervalo de almoço entre 12h às 13h). Aos fins de semana, feriados e pontos facultativos, agendamento pelo telefone (11) 2231-8555 (ramal 2053) ou pelo e-mail museuflorestal@sp.gov.br.

EDITORIAS:
link do postPor Fram Martin Equipe formasemeios, às 21:53  comentar

4.6.21

Clube de Leitura do Memorial da América Latina ( São Paulo, Brasil) recebe a escritora Ana Brêtas


Último encontro da temporada, no dia 12, apresenta os contos “Jogo da Velha”, “Casinha” e “Coelho Sai da Toca”, com participação da autora 
 
O Memorial da América Latina recebe, no último encontro da temporada do Clube de Leitura Ler a América Latina, no dia 12 de junho, às 10h, a escritora Ana Brêtas, que apresenta os minicontos “Jogo da Velha”, “Casinha” e “Coelho Sai da Toca”. Juliana Leuenroth, do projeto Leia Mulheres, fará a mediação da conversa.
 
Os minicontos integram o livro Cem Vezes Uma, publicado pela Editora Jandaíra, composto por cem histórias curtas sobre situações singulares presentes no cotidiano feminino. Ana Cristina Passarella Brêtas, é autora de muitos dos títulos são inspirados em nomes de jogos, brinquedos e brincadeiras infantis. (Foto: Editora Scortecci). 
 
serviço
 
Clube de Leitura Ler a América Latina – Mulheres Contam
Dia 12 de junho, às 10h
“Jogo da Velha”, “Casinha” e “Coelho Sai da Toca”, com Ana Brêtas
Plataforma: Zoom (link enviado um dia antes de cada encontro)
Certificados: frequência mínima de 75% dos encontros do ciclo
 
EDITORIAS:
link do postPor Fram Martin Equipe formasemeios, às 18:13  comentar


Busca
 
Pesquise no site
Novembro 2022
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29


Sitios indicados
subscrever feeds
blogs SAPO