20.5.21

 

Há 31 anos a OMS retirou a homossexualidade da lista de distúrbios mentais da Classificação Internacional de Doenças (CID) 

 

Para combater a LGBTIFOBIA, o estado de São Paulo, inovador no enfrentamento da violência por orientação sexual e/ou identidade de gênero, criou a Lei Estadual nº 10.948/2001, que pune administrativamente atos LGBTIfóbicos.

É importante lembrar que, apesar de estarmos vivendo em isolamento social, em razão do COVID-19/SARS-02, qualquer cidadã ou cidadão LGBTQIA+, vítima de preconceito e discriminação, pode procurar os canais oficiais para fazer qualquer tipo de denúncia.

Mesmo em razão da quarentena, a Coordenação de Políticas para a Diversidade Sexual (CPDS), com o apoio do João Dória, governador de São Paulo, e do Fernando José da Costa, secretário da Justiça e Cidadania, instaurou 135% mais processos administrativos em 2020, comparando com o ano de 2019.

A CPDS trabalhou fortemente na celeridade na análise das denúncias, bem como lançou a 4º Edição da Cartilha “Diversidade Sexual e a Cidadania LGBTI+” e seguiu com a construção do Edital da Eleição do Conselho Estadual LGBT, bem como está construindo um plano estadual de combate à LGBTfobia, através do Comitê Intersecretarial de Defesa da Diversidade Sexual.

EDITORIAS:
link do postPor Fram Martin Equipe formasemeios, às 13:48  comentar

4.5.21

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) fará, por intermédio do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), a doação de 174 obras de arte para museus brasileiros. 

 

 

São pinturas, gravuras e esculturas pertencentes ao patrimônio daquela empresa pública que estavam em aeroportos localizados em diferentes pontos do território nacional. 

Em razão do andamento do processo de concessões de diversos aeroportos administrados pela Infraero, a empresa buscou o auxílio técnico do Ibram, visando definir a melhor destinação dos bens culturais. Tais tratativas iniciaram-se ainda em junho de 2019 e culminaram num Acordo de Cooperação Técnica entre as duas instituições. O Acordo de Cooperação foi celebrado em janeiro de 2020, mas em razão da pandemia do Covid 19, o cronograma de execução do Plano de Trabalho foi ajustado e prorrogado até janeiro de 2022.

A Infraero identificou e catalogou os itens a serem doados, com base em ficha catalográfica e instruções fornecidas pelos técnicos do Ibram e este ficou responsável pela organização da estratégia de doação aos museus brasileiros mediante consulta pública.

Os museus interessados deverão estar formalmente instituídos, possuir Registro de Museus e dever-se-ão manifestar por meio do preenchimento do formulário, indicando quais os itens de interesse e enviando-o para o e-mail:   consultapublica@museus.gov.br no período de 5 a 20 de abril de 2021.

A lista de bens culturais ofertados está disponível aqui e saiba como solicitar o Registro de Museus em   https://renim.museus.gov.br/registro-de-museus/ .

Caso uma obra seja requisitada por mais de um museu, a ordem de chegada dos formulários com a manifestação de interesse será considerada como critério de desempate e preferência de escolha. 

EDITORIAS:
link do postPor Fram Martin Equipe formasemeios, às 15:58  comentar

Busca
 
Pesquise no site
Maio 2021
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Sitios indicados
subscrever feeds
blogs SAPO